A ida do parlapatão; a volta do garotão

Ontem, o Grêmio confirmou a volta do Renato Gaúcho no lugar do ex-técnico Vanderlei Luxemburgo.

Em seus dezesseis mêses no cargo, Luxemburgo não entregou o resultado que a diretoria do Grêmio esperava. Mesmo com grande investimento para contratações, a campanha gremista na Copa Libertadores deste ano foi um fracasso.

Há anos que o Luxemburgo não é mais o mesmo. Foi engolido pela vaidade e a fama. Desde seus tempos no comando da seleção, vive em busca de elogios e publicidade e, aos poucos, se tornou numa caricatura dele mesmo.

Mudar de técnico durante a temporada raramente dá certo. Às vezes, tem aquela ‘lua de mel’ no início, em que o time consegue uma sequência de bons resultados, talvez porque o elenco se esforça mais para impressionar o novo treinador. Mas, cedo ou tarde, tudo volta ao normal.

É por isso que não vejo mais o Grêmio entre as quatro vagas para a Libertadores do ano que vem. Tem pelo menos quatro times mais entrosados e melhor preparados.

No entanto, é muito bom ver o Renato Gaúcho de volta ao futebol brasileiro. Nunca entendi por que ele não recebeu mais elogios como treinador. Talvez seja por causa da imagem dele, do garotão da praia. Imagino que seria difícil ser levado a sério quando todo mundo só consegue pensar em você na Copacabana, de sunga.

Renato ainda não é um ótimo treinador, mas é um bom treinador com potencial para se tornar ótimo, ou até excelente.

As diretorias de clubes brasileiros ainda têm medo da palavra ‘projeto’ – que, por acaso, é uma das palavras prediletas do Luxemburgo. Com demissões rápidas e sem segurança no cargo, técnicos brasileiros são mais cautelosos e o papel de treinador se reduziu ao de um cheerleader bem pago.

Renato Gaúcho, por ser ídolo da torcida gremista, tem chances de fazer um trabalho longo e bem sucedido no Grêmio. Tomara.

Advertisements

Game of the Week: Grêmio 4×2 Flamengo

As many will be aware of, Sunday’s match between Grêmio and Flamengo was not just a clash of two of Brazil’s titanic clubs, but it was also the homecoming of a particularly recognisable buck-toothed gaúcho.

In January of this year, it was announced that Ronaldinho Gaúcho would be coming home to Brazil after ten glorious years in Europe. With his rather unscrupulous brother-cum-agent Assis (you may know him better as A$$i$) in tow, Ronaldinho packed his bags and embarked on a whistle-stop tour around Brazil, lunching with directors of the country’s biggest sides. After the initial commotion, three clubs emerged as potential suitors, Palmeiras, Flamengo, and Grêmio. Ronaldinho revealed that Palmeiras had made him the best contract offer, and that Flamengo were also offering plenty of cash, but if it was up to him, he would sign for his boyhood heroes Grêmio. Continue reading Game of the Week: Grêmio 4×2 Flamengo

Game of the Week: Flamengo 3×2 Fluminense

Game of the Week returns today with ANOTHER five-goal thriller in the Campeonato Brasileiro 2011. We were really spoiled for choice this week in South America, in Brazil alone we had a bizarre 3×3 between Cruzeiro and Santos, Botafogo and Bahia drew 2×2, and leaders Vasco were humbled 3×0 away to Internacional. In Argentina, the clásico de Avellaneda finished 1×1 between Racing and Independiente, and we had some fascinating World Cup qualifiers to keep us busy on Friday. This week however, our attention turns to another riveting edition of the Flamengo x Fluminense derby in Rio de Janeiro.
Continue reading Game of the Week: Flamengo 3×2 Fluminense